Suspeito por assassinato de advogada é preso

Moisés foi identificado através do rastreador do celular da jovem, que foi levado após o assassinato (Foto: Reprodução)

Moisés Amorim da Silva e Nilton Pereira foram apontados como os assassinos da advogada Marcela de Souza Oliveira, de 26 anos.

Policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) afirmam que ambos tiveram participação na ação que resultou em disparo na nuca da jovem, que após cinco dias desaparecida teve o corpo encontrado em um rio no sábado (1).

Moisés foi preso em sua casa, que também fica em Nova Iguaçu. Já Nilton, que é tio de Moisés, é considerado foragido.

Eles teriam abordado Marcela para roubar seu celular. Por essa razão a DHBF coloca ambos como autores de um latrocínio. Eles foram identificados através do rastreador do celular de Marcela, que foi vendido por eles para um terceiro através de um site para vendas. 


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *