Médico é agredido em UPA por negar atestado a paciente

Na noite desta quinta (22), um médico que estava de plantão na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Paciência, Zona Oeste, foi agredido por dois homens, e ficou com ferimentos no rosto. A motivação? O profissional teria se recusado a dar atestado médico após o atendimento.

De acordo com a coordenação da UPA, os dois homens teriam ido lá apenas para conseguir os atestados. Depois de verificar que eles não tinham nenhum tipo de patologia que justificasse o documento, o médico se recusou a concedê-los, e foi agredido.

Em nota, a coordenação afirmou que um vigilante e outros profissionais apartaram a briga e tiraram os homens do local. A polícia foi acionada, mas o médico não quis registrar o boletim de ocorrência. A unidade informou, ainda, que está dando todo apoio ao profissional.

 

 

[Foto: Reprodução Jornal O Dia] 


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *