QG do crime é estourado em Nova Iguaçu

Armas, munição e material roubado foram encontrados

Foto: Divulgação/PM

Uma casa usada como bunker de um grupo de extermínio foi invadida durante operação realizada por policiais do 20° Batalhão (Mesquita) na noite dessa quarta-feira (26).
O número 437 da rua da Piteira, no bairro Grama, contrastava com o padrão das demais casas. Agentes do serviço reservado da Polícia Militar (P2) receberam denúncias de que no local uma carga não especifica de materiais roubados estaria guardada.
Segundo a polícia, o local além de ser utilizado pelos integrantes do grupo de extermínio também era frequentado por matadores de aluguel, ladrões de carga e autores de outros crimes.
Ainda de acordo com a PM, o grupo atuava no bairro de
Miguel Couto, em Nova Iguaçu.
O caso foi registrado na 58° DP (Posse). Ninguém foi preso.

Material apreendido:
Uma espingarda calibre 12, com numeração raspada, trinta munições para uso na arma, além de 20 balas de 9mm, oito de calibre .40, um carregador alongado de 9mm, dois carregadores (um deles alongado) de cal 380 e dois carregadores de .40 foram apreendidos. Também foram encontradas quatro capas de coletes, doze placas balísticas, um cinto tático, coldre de perna e balaclavas pretas, sendo uma delas com a imagem de uma caveira (fazendo alusão ao brasão do Batalhão de Operações Especiais). 


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *