Casos de Aids aumentam 3% no Brasil, diz UNAids

Dia 1º de dezembro é o dia mundial de combate à Aids. Esta data visa unir as pessoas na luta contra o HIV, mostrar apoio para quem vive com o vírus e homenagear os mortos por doenças relacionadas à Aids. Dados divulgados este ano pela UNAids, órgão das Nações Unidas para lidar com a epidemia, apontam que o total de novas infecções a cada ano no Brasil aumentou em 3% entre 2010 e o ano passado. No mundo, essa taxa sofreu contração de 11%.

Mas, com o passar dos anos, a medicina tem avançado no que se refere ao tratamento contra esse vírus. Segundo a Organização Mundial de Saúde, esse ainda é um dos maiores desafios de saúde pública, com aproximadamente 36,7 milhões de pessoas ao redor do mundo vivendo com HIV.

Entenda a doença:

A Aids é o pior estágio do vírus da imunodeficiência humana, também conhecido como HIV. Se o HIV não é tratado, ele ataca o sistema imunológico, reduzindo o número de células CD4. Quando não há o suficiente dessas células, ocorrem infecções oportunistas ou cânceres, indicando que a última etapa do HIV, a AIDS, começou.

Pessoas com Aids ficam com os sistemas imunológicos gravemente danificados e são muito mais propensas a contrair doenças graves porque o corpo não tem mais capacidade de combater infecções. As pessoas geralmente passam por três estágios de infecção, incluindo infecção aguda por HIV, latência clínica e, finalmente, a Aids.


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *