Dá para manter a alimentação saudável com a correria do dia a dia?

Acordar cedo, pegar um transporte lotado, trabalhar por muito tempo e ter apenas uma hora do seu dia dedicada a resolver seus problemas, essa rotina tem transtornado a vida da população e, para economizar o máximo de tempo possível, muitos tem aderido a hábitos pouco saudáveis para a alimentação, o que têm aumentado os problemas de saúde.

O exemplo aparece nos movimentados calçadões de diversos municípios. As lanchonetes, muitas vezes convidativas com cardápios gordurosos, são a solução da maioria da população, como no caso de Thalita Menezes, de 26 anos. “Eu sei que é errado, que faz mal a saúde, mas estou trocando o meu almoço de hoje por um salgado com refresco, é mais prático, rápido e me economiza tempo, mas me prejudica bastante”, revelou.

É nesses erros que a quantidade de problemas com a balança no Brasil está crescendo. Dados do Ministério da Saúde revelam que 18,9% da população brasileira está obesa. A nutricionista Margareth Carneiro, de 33 anos, ressalta que o comprometimento da pessoa é com ela mesma, além de ter a consciência do que comprar. “O tempo para resolver as coisas é pequeno e por isso a pessoa precisa se planejar. Colocar uma marmitinha na bolsa com frutas picadinhas, um pão integral, alimentos que satisfazem a pessoa sem prejudicar sua saúde”, explicou.

Quando se pensa em nutrição, se imagina uma restrição à alguns alimentos pelo alto teor gorduroso e a quantidade excessiva de carboidratos. Entretanto, Margareth explica que nem tudo é proibido, mas precisa ser muito bem dosado. “Nem tudo na nutrição está proibido, varia do gosto da pessoa. O que ela tem que fazer é procurar um profissional para orientá-la a melhor forma de se alimentar. Claro que uma fruta, legumes e folhas ajudam no equilíbrio corporal”, contou.

Para quem desejar seguir uma dieta, tanto de redução de peso quanto de ganho de massa, a dica é se alimentar bem, com alimentos indispensáveis na vida do ser humano, conforme explicou Meg.  “Os cereais integrais, verduras, legumes, frutas, pães integrais, a água e claro, os hábitos da pessoa influencia diretamente no que ela quer para a vida dela. É preciso ter dedicação e atenção com a saúde”, concluiu.

Dicas da Meg

  • O consumo de água vai liberar toxinas, liberar o metabolismo e as pessoas estão esquecendo e trocando por bebidas açucaradas que acarretam diversos problemas de saúde.
  • Não vá ao local que vende o produto “com fome”, ou seja, propagandas que te chamam a atenção. Você vai comprar e comer muito mais.
  • Tenha sempre uma fruta picada, um legume como opção. Congele os alimentos. Dessa forma eles chegam a durar até quatro dias.

Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *