PT lança candidatura de Lula um dia depois da condenação

Nesta quinta (25), menos de 24 horas depois da condenação de Luiz Inácio Lula da Silva pelo TRF-4, o PT oficializou o nome de Lula como pré-candidato à Presidência da República durante reunião da Comissão Executiva Nacional do partido, em São Paulo.

Lula foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão pelos três desembargadores 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).O resultado foi unânime em rejeitar o recurso da defesa do ex-presidente do caso do tríplex no Guarujá, que teria sido fruto de propina da empreiteira OAS em troca de favorecimentos em contratos com a Petrobras.

A defesa de Lula nega as acusações e diz que seu cliente é alvo de perseguição política. Gleisi Hoffman, presidente do PT, contou que o partido não tem plano B, e que a pré-candidatura foi aprovada por unanimidade.

Durante a reunião, Lula declarou que alvo de um “cartel” para impedir sua candidatura: “Eles formaram um cartel para tomar uma decisão para evitar o Lula ser candidato. Se eles tivessem encontrado um crime que eu cometi, eu estaria aqui pedindo desculpas”.

Na esfera eleitoral, a situação de Lula só será definida no segundo semestre deste ano, quando o Tribunal Superior Eleitoral analisar o registro de candidatura. O Partido dos Trabalhadores tem até o dia 15 de agosto para protocolar o pedido e a Corte tem até o dia 17 de setembro para aceitar ou rejeitar a candidatura.

 

 

[Foto: EFE/Fernando Bizerra Jr.] 


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *