O porquê das lágrimas de Gelsinho

Ao receber a notícia da derrota do seu último recurso na justiça, de que não poderia mesmo ser candidato durante oito anos, Gelsinho Guerreiro (MDB) chorou em casa, diante de meia-dúzia de aliados.

O baque foi na semana passada, quando GG já estava com a campanha na rua, com carros adesivados, contendo sua foto, nome e número. Quando um aliado toca no assunto, GG fica triste de novo, enche os olhos de lágrimas e chora.

Apesar de ser um rapaz de poucos recursos, muito embora tenha feito uma campanha milionária para sua mulher, quando era prefeito de Mesquita, ele não aceita a acusação de enriquecimento ilícito e nem de abuso de poder econômico.

Mas enquanto há dente e osso para roer, há esperança de poder. Mesmo decepcionado com a atuação da mulher como deputada, Gelsinho sonha em elegê-la a um posto mais alto e colocar outra pessoa da sua família no lugar da fracassada.

A alegria de muitos

O choro da derrota e da tristeza do GG fizeram a alegria de muita gente em Mesquita. Mas isso não deveria acontecer. Ao invés de comemorar, aqueles que ficaram alegres com o fracasso político dele, deviam torcer pela sua recuperação emocional. Afinal trata-se de um ser humano.

E caso tenha deixando um rombo de quase R$ 150 milhões na prefeitura, salários atrasados e toneladas de lixo pelas ruas, GG não teria culpa. Ele, certamente, não sabia o que estava acontecendo, pois nem morava mais no município.

Sendo assim, a melhor sugestão seria deixar o fracasso político dele para trás, seguir em frente e pensar no futuro, pois Mesquita precisa continuar se recuperando do passado.

Problemas na Câmara

A situação também não anda muito bem na Câmara de Vereadores de Mesquita. O presidente da Casa, Marcelo Biriba, foi questionado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) a folha de despesas da Casa, contendo pagamento a servidores falecidos, conforme procedimento 226.878-4/17.

“Nada disso (disse Biriba). É tudo perseguição política. Eu já respondi isso em dezembro do ano passado”.

 

Polo gastronômico

O Polo Gastronômico de Mesquita está bombando. A novidade fora inaugurada pelo prefeito Jorge Miranda no dia 10, na rua Ambrósio.

Lá, a noite fica bastante movimentada, com dezenas de bares e restaurantes abertos, barracas de sucos e lanches e muito mais. O trecho fica fechado ao trânsito a partir das 18 horas, de sexta a domingo.

Waltinho Paixão

O vice-prefeito de Mesquita, Waltinho Paixão, anda recebendo um grande carinho da população de Mesquita. Candidato a deputado estadual, ele circula pelos bairros da cidade conversando com moradores sobre problemas locais.

A música de campanha de Waltinho esta viralizando em Mesquita. Trata-se de uma batida suave de funk que, cuja letra manda o seguinte recado. “Eu vou logo avisando que já tenho deputado, 51.444”. E a batida segue. “Tim, Tim, Tim eu vou votar é no Waltinho”. A música (jingle) está sendo cantada por muita gente, até por crianças.

Belford Roxo

O prefeito Wagner Carneiro, o Waguinho, ataca em Belford Roxo. Ações sociais por todos os lados, matrículas escolares, cursos e tudo que possa render votos nas eleições.

Embaixo da asa, ele leva a mulher, Daniela Carneiro, que será federal, e o estadual Marcio Canellas, que busca a reeleição.

Mortes no trânsito

Brasil mata cerca de 45 mil pessoas por ano e deixa mais de 300 mil com lesões graves em rodovias. Isso custa R$ 40 bilhões por ano à sociedade nas estradas e cerca de R$ 10 bilhões nas áreas urbanas.

No Rio, Fernando Pezão e o ministro de Cidades, Alexandre Baldy, assinaram o Termo de Cooperação para Segurança Viária – Road Safety.

O documento referenda diretrizes do ministério e da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) visando a redução das mortes no trânsito.

Mau da internet

Os pais precisam se aproximar dos filhos para evitar o uso problemático de computadores, jogos eletrônicos e celulares. É o que dizem especialistas que participaram Workshop Impactos da Exposição de Crianças e Adolescentes na Internet.

O mau uso das tecnologias ou o abuso de celulares e jogos eletrônicos pode levar ao desenvolvimento de diversos problemas, de acordo com a pediatra e professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Evelyn Eisenstein.

“Nós já estamos vendo o primeiro sintoma: transtornos de sono. Crianças que dormem menos. Crianças para dormir bem, em uma fase de crescimento, têm que dormir entre oito e nove horas. Nós temos crianças dormindo 6 horas”, destacou a professora.

Aécio camuflado

Alegando que precisa reconstruir o governo de Minas Gerais, seu estado, o senador Aécio Neves (PSDB) decidiu deixar o senado e disputar uma vaga para deputado federal.

Réu na Operação Lava Jato pela acusação que corroeu a sua reputação: o áudio em que ele pede R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, do da JBS. Em sua defesa, o senador disse ter pedido um empréstimo ao empresário.

O caso lhe rendeu uma denúncia por corrupção passiva e obstrução à Justiça, que foi aceita pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em abril. Aécio Neves era o presidente nacional do PSDB, foi afastado e, depois, convidado a renunciar.

Patrimônio dos presidenciáveis

Uma coisa muito esquisita, a apresentação do patrimônio de alguns candidatos a presidente da república junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ciro Gomes (PDT), disse que tem R$ 1,7 milhão em bens e sua vice, Ana Amélia, R$ 2,6 milhões.

Geraldo Alckmin (PSDB), R$ 1,4 milhão, Alexandre Boulos (Psol) R$15 mil e sua vice, Sônia Guadalajara, R$ 11 mil. Vera Lúcia (PSTU), R$ 20 mil e Hertz Dias, R$ 100 mil. O cabo Daciolo (Patriota) não apresentou declaração de bens, mas a vice Suelene Balduino declarou R$ 202 mil.

Acredite se quiser

Divulgadas pela Rede Globo de Televisão, as pesquisas para presidente da república, feita encomendada pela TV e jornal Folha de São Paulo, coloca o preso Lula com 37 e 39 por cento á frente. O segundo colocado é Bolsonaro e terceiro Marina Silva. Sem Lula, Bolsonaro disputa na frente. 


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *