Conexão Geral – Davi de Castro

A POPULAÇÃO DE MESQUITA ainda vai chorar lágrimas de sangue, de tanto arrependimento de ter seu desperdiçado, ao votar na mulher do ex-prefeito Gelsinho Guerreiro para deputada e descobrir que jogou o voto fora.

Para o eleitor mesquitense, que desperdiçou, vai aqui uma informação para servir de consolo: em quase quatro anos de mandato, a moça apresentou dois projetos importantes. Um deles, nº 1740 (em 2016), inclui no “Calendário Oficial do Estado do Rio de janeiro, o Dia Estadual do Rim”.

E O OUTRO é mais importante ainda, para quem não sabe valorizar seu voto. Trata-se do projeto nº 2035 (em 2016), que altera do “Livro dos Heróis do Estado do Rio de Janeiro”, para “Livro de Heróis e Heroínas do Estado do Rio de Janeiro”. Tá bom ou quer mais?

É certo que o parlamentar se elege para defender os interesses do estado. Porém, ele atua, geralmente, na defesa dos interesses de sua base eleitoral, da sua cidade, do seu reduto. Mas o que a mulher de Gelsinho destinou para Mesquita, nestes quase quatro anos de inútil mandato, é algo de fazer vergonha à cidade.

MAS COMO NEM TUDO ESTÁ PERDIDO, meia-dúzia de cargos do estado, instalados  no território mesquitense,  só serve para agasalhar afilhados de Gelsinho e para arrecadar…   e o povo que se lasque.

A politica, na cabeça desse rapaz, que atende pelo vulgo de GG, é coisa suja, sem caráter e sem a menor dignidade.

O que esse moço, usando a sua mulher, fez e continua fazendo em Mesquita, só tem um nome: banditismo, puro e autêntico.

SE HOUVESSE ÁRBITRO DE VÍDEO  na politica, esse moço estaria na cadeia.

**************

INFARTO

Nos meses de temperaturas mais baixas aumentam em 30% as internações de pessoas com insuficiência cardíaca e vítimas de infarto. Quem aponta isso é estudo realizado em São Paulo por médicos da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein.

***************

NO LUGAR DE TEMER

A presidenta do Supremo Tribunal Federal (STF) assumiu pela segunda vez, na segunda-feira (18) por, pelo menos, 12 horas, o lugar de Michel Temer na presidência da República.

O PODEROSO CHEFÃO da nação viaja para o Paraguai. Na linha de sucessão seria o vice. Como essa figura não existe, o cargo deveria ser assumido presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM).

MAIA FORA

Porém, de acordo com a legislação eleitoral, quem pretende disputar o cargo de presidente, não pode suceder a vaga a partir dos seis meses que antecedem as eleições. É o caso de Maia, que aproveita a saída de Temer para dar “uma esticada” a Portugal.

**************

LULA CANDIDATO

Se a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), no dia 26, votar favorável ao pedido dos advogados do ex-presidente Lula, que está preso em Curitiba, ele  poderá disputar as eleições em liberdade. O Ministro Edson Fachin liberou o processo para esse julgamento.

***************

LISTÃO DOS CORRUPTOS

Fontes da alta corte da justiça deixa escapar que uma suposta delação premiada do deputado estadual Jorge Picciani, cacique do MDB no estado do Rio, em prisão domiciliar, só não andava porque ele só teria delatado adversários políticos.

PORÉM, para negociar a libertação do seu filho Felipe, ele teria se convencido de que precisaria falar dos amigos também.  E é aí que a bomba explode, pois a lista teria pra de 40 políticos, com e sem mandato.

****************

R$ 1.7 BILHÃO AOS PARTIDOS

Já que a lei não permite mais que empresas financiem campanhas eleitorais, o governo federal, através do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aumentou o montante do dinheiro do a ser repartido entre os 35 partidos políticos no Brasil.

JUNTOS, vão receber R$ 1.7 bilhão, cuja maior bolada ficará com o MDB, PT e PSDB. Porém, de acordo com exigência da legislação e do TSE, 30% do montante deverão ser distribuídos para a campanha de mulheres.

A destinação da grana é para bancar a campanha dos candidatos dos partidos. E o partido terá de prestar conta, com comprovante, de quem recebeu o dinheiro.

**************

MESQUITA

Muita gente pode não ter observado, mas a prefeitura de Mesquita parou de piorar com o governo do prefeito Jorge Miranda e Waltinho Paixão.

O governo não tem o conhecido “cabide de emprego”, os funcionários são poucos, os recursos também, e todos trabalham.

O trabalho desenvolvido pela secretaria de assistência social tem vários programas voltados para o pessoal de baixa renda e tudo funciona sem estardalhaço, assim como outros setores do governo.

HÁ QUEM RECLAME porque o governo não gasta dinheiro de impostos fazendo propaganda do seu trabalho na televisão… 


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *