Mesquita acolhe mais 600 famílias em seu CRAS

Força-tarefa envolve todas as áreas do governo municipal para dar suporte à população afetada pela chuva

Desde a manhã de ontem até 9h de hoje, segunda-feira, dia 2 de março, 600 famílias já passaram pelos CRAS Chatuba, Juscelino e Santa Terezinha. Os três Centros de Referência de Assistência Social estiveram abertos durante o domingo e a madrugada desta segunda para acolher os mesquitenses afetados pela chuva forte que caiu na cidade nas últimas horas. Cadastrados, esses munícipes foram instruídos de acordo com suas necessidades e dois idosos, um homem e uma mulher, foram encaminhados ao abrigo municipal, por não terem para onde ir.

“Distribuímos alguns itens, como roupas, kits de limpeza e de higiene pessoal, água e cestas básicas para essas famílias. Hoje, estamos continuando com essas doações e contando ainda com a ajuda dos mesquitenses que não foram afetados pelo temporal. Todos os CRAS da cidade, além da Vila Olímpica, da sede da subsecretaria de Cultura e outros equipamentos públicos abertos, estão recebendo doações que serão repassadas às famílias afetadas”, conta Erika Rangel, secretária municipal de Assistência Social de Mesquita. O endereço da Vila Olímpica de Mesquita é Avenida Baronesa de Mesquita s/nº, no Cosmorama. Já a Subsecretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo fica na Estrada Feliciano Sodré 2931, no Centro.

Força-tarefa envolve todas as áreas do governo municipal para dar suporte à população afetada pela chuva. (Foto: Reprodução/ Prefeitura de Mesquita)

As principais necessidades são de kits de limpeza pessoal; colchonetes e colchões; fraldas geriátricas e infantis; roupas de cama e banho e de uso geral; água; leite; e kits de limpeza em geral. Os munícipes que ainda precisarem de atendimento nesta segunda-feira ou que estiverem interessados em realizar doações, podem recorrer às seguintes unidades, até 17h:

Chatuba – Rua Adolfo de Albuquerque 398;

Santa Terezinha – Rua Hélio Mendes do Amaral 220, na Praça Sete Anões;

Juscelino – Avenida São Paulo 465, no Centro;

Rocha Sobrinho – Avenida Coelho da Rocha 1426;

Banco de Areia – Rua Bicuíba 48.

A Defesa Civil, desde a madrugada de domingo, atua dando suporte à população. Foram 84 resgates realizados com botes e, no total, mais de 4 mil pessoas foram atendidas pela equipe, entre cerca de mil famílias mesquitenses. Vistorias estão sendo realizadas conforme a necessidade, assim como interdições em áreas consideradas de risco após análise. O ponto mais crítico é na Rua Coronel França Leite, na Chatuba, onde o solo cedeu sobre uma tubulação de ferro. A Defesa Civil já isolou a área novamente e os reparos serão iniciados nesta semana. “É preciso que o tempo se estabilize para que a gente possa trabalhar ali”, explica o secretário municipal de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos de Mesquita, Rholmer Louzada Júnior.

Retroescavadeiras e caminhões estão sendo utilizados para a desobstrução das vias públicas. As chuvas causaram, ainda, danos ao funcionamento da máquina pública. Em função disso, a sede da Prefeitura de Mesquita não realiza atendimento aos munícipes nesta segunda-feira, dia 2. As atividades se concentram na organização e limpeza do local. No entanto, o funcionamento interno ocorre normalmente, para fins de licitação e demais tarefas do governo municipal. Os serviços voltarão nesta terça feira, dia 3.

Já as unidades de saúde e educação da cidade, como escolas, clínicas da família e postos de saúde, seguem com suas atividades. Apenas a Escola Municipal Genair Ramos Gabriel, na Chatuba, não teve aulas nesta segunda. Isso porque os acessos ao redor do local ainda estão com água, impedindo o funcionamento da unidade. Quanto às unidades de saúde, a UBS Edson Passos também precisou ficar fechada, para serviço de manutenção.  


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *