Duque de Caxias inaugura nova Unidade Básica de Saúde neste sábado (09)

Das 9h às 12h a prefeitura promove atendimento gratuito nas áreas de saúde, serviços públicos, educação, dentre outros

Prefeitura de Duque de Caxias inaugura este sábado (09), às 9h, a quinta Unidade Básica de Saúde (UBS) construída na atual gestão. Localizada na Estrada do Calundu, no bairro Nossa Senhora do Carmo, segundo distrito, a unidade vai homenagear o jornalista Carlos de Sá Bezerra, que faleceu em 2014, aos 88 anos.

No local, das 9h às 12h, a prefeitura vai promover mais uma ação do programa Governo Presente, oferecendo atendimento gratuito nas áreas de saúde, serviços públicos, educação, cultura, meio ambiente, entre outros órgãos que serão mobilizados, além de serviços de beleza, em parceria com a Fundec – Fundação de Apoio à Escola Técnica, Ciência, Tecnologia, Esporte, Lazer, Cultura e Políticas Sociais.

Das 9h às 12h a prefeitura vai promover atendimento gratuito nas áreas de saúde, serviços públicos, educação, dentre outros. (Foto: Secom/DC)

As unidades do Parque das Missões, Barro Branco e Cangulo foram construídas com recursos federais obtidos em Brasília pelo prefeito Washington Reis. A UBS do bairro Taquara foi construída em parceria com a empresa Coca-Cola. A construção das unidades faz parte do programa de melhorias e de expansão dos serviços de saúde, iniciado em 2017, que já beneficiou muitas unidades do município.

A UBS do Calundu vai funcionar de segunda a sexta-feira com consultórios, atendimento em várias áreas, salas de curativo, de imunização e banheiros adaptados para portadores de necessidades especiais. Os usuários também terão acesso aos programas de Hipertensão, Diabetes, Pré-natal, Saúde da Mulher, Saúde da Criança e Adolescente, Saúde do Homem, Saúde do Idoso, Tuberculose, Hanseníase, DST/AIDS, Imunização e Tabagismo.

Homenagem
Jornalista e escritor, Carlos de Sá Bezerra trabalhou por três décadas em uma das revistas mais influentes no município: a Caxias Magazine. A publicação sempre discutiu questões importantes sobre o município e mesmo diante das dificuldades, nunca lhe faltou ânimo para tocar o negócio.
Foi eleito por três vezes presidente da Academia Duquecaxiense de Letras e Artes – ADLA e eleito cidadão Duquecaxiense em 1986, entre outros títulos.
Homem de gestos simples, era um otimista nato. Torcedor do Botafogo, também era fã de MPB e orgulhava-se em dizer que era um dos repórteres que mais conhecia o Brasil.
Bezerra morreu dia 12 de fevereiro de 2014, aos 88 anos, fazendo aquilo que mais gostava na vida: ler e escrever.
Deixa como legado um jornalismo verdadeiro, valorizando a liberdade de expressão.


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *