Suspeito de pedofilia é preso em Nova Iguaçu

Quinze pessoas foram presas nesta quarta-feira (28) por suspeita de envolvimento em uma rede de pedofilia praticada em grupos de WhatsApp. Realizada pela Policia Civil, a Operação Imperium aconteceu em várias regiões do estado. Quatro foram presas em flagrante e mais 11 detidas. Todos tiveram celulares e computadores. Um dos suspeitos foi encontrado em Nova Iguaçu.

“A operação foi fruto de uma investigação minuciosa feita pelo setor de inteligência da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima, no qual logramos êxito em identificar, em grupos de WhatsApp, pessoas compartilhando material de conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes em situação de abuso sexual”, contou a delegada Cristiane Aguiar ao O DIA.

A operação foi conduzida pela Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) e cumpriu 13 mandados de busca e apreensão na capital (4), Itaguaí (1), Nova Iguaçu (1), São Gonçalo (1), Itaguaí (1), Miracema (1), Campos dos Goytacazes (2), Araruama (1), Silva Jardim (1) e Barra Mansa (1).

As prisões foram resultado de três meses de investigações, que começaram a partir de uma informação anônima recebida pelo Disque Denúncia. Policiais conseguiram se infiltrar nos grupos, formados tanto por homens quanto por mulheres, para recolher provas e comprovar os crimes. 


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *