Nova Iguaçu ganha reforço no policiamento

O programa Segurança Presente foi inaugurado em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, nesta sexta-feira (16) com a promessa de reforço no policiamento da cidade. O projeto, que terá custo anual de R$ 10 milhões repartido entre o Governo do Estado e Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), prevê 96 homens a mais no patrulhamento dos bairros do Centro, Austin e Miguel Couto. Eles se somam ao efetivo do 20º BPM (Mesquita), considerado desproporcional ao número de habitantes da cidade de quase 800 mil habitantes. No evento estiveram presentes Wilson Witzel (PSC), governador do Estado,o prefeito Rogério Lisboa (PR) e o presidente da Alerj, André Ceciliano (PT).

No primeiro momento os agentes realizarão patrulhamento no Centro da Cidade. Mas até dezembro,  outras duas bases de patrulhamento serão implantadas nos bairros de Austin, em outubro; e Miguel Couto, em dezembro. “Muito tempo estamos esperando esse momento na segurança pública. Muita gente dizia que isso era algo apenas da zona sul, mas graças a sensibilidade do Governador estamos vivendo esse momento”, disse o prefeito Rogério Lisboa.

Nova Iguaçu foi o primeiro município da Baixada Fluminense a receber o programa, que trouxe bons resultados nos bairros do Centro e Zona Sul da capital. A próxima cidade a ser agraciada será Duque de Caxias, onde a implementação deve ocorrer até novembro. “Precisamos desse reforço em toda Baixada. Que possamos avançar em questão de segurança. Precisamos avançar”, disse o André Ceciliano.

Com informações de Hyago Santos, do jornal O POVO. 


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *