Farmácias populares encerram atividades

O Ministério da Saúde vai fechar, até início de  agosto, 367 unidades próprias do programa Farmácia Popular. A decisão foi anunciada em março deste ano. De acordo com o Governo Federal, os estados e municípios poderão assumir os custos das unidades. As farmácias particulares conveniadas continuarão com o programa “Aqui tem Farmácia Popular”.

Caso as prefeituras assumam os custos das unidades, o procedimento para retirada dos remédios passará por pequenas mudanças, uma delas é que os serviços serão limitados apenas para os moradores, devendo apresentar comprovante de residência.

Em Mesquita a Farmácia Popular, localizada na rua Mister Watkins, encerrou suas atividades no último dia 27, e se transformará em um novo polo municipal de medicamentos da região. “Os funcionários continuarão em suas funções na nova farmácia  municipal. O local passará por algumas obras de reforma para ser reaberto”, disse Renata Lúcia Marinho, farmacêutica  geral da unidade.

Outras prefeituras da Baixada Irão aderir à iniciativa. Magé saiu na frente, e assumiu, desde o ano passado, o controle das farmácias populares do município. Em Japeri a unidade federal será fechada, e a prefeitura vai instalar duas unidades municipais, uma em Engenheiro Pedreira e outra em Japeri. Em Itaguaí a prefeitura também vai assumir a unidade.

A Secretaria de Saúde de Nilópolis informou que não vai manter a Farmácia Popular do Brasil, sem recursos do Ministério da Saúde.


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *