Roubos em alta na Baixada Fluminense

Foto: Lélio Neto/ Conecta Baixada

Moradores da região sofreram com alto índice de assaltos no mês passado; roubos de celulares teve aumento de 107% em áreas policiadas pelo 20º BPM (Mesquita)

A comerciante Ana Carolina Melo, de 22 anos, teve seu celular roubado por um homem em uma moto na esquina de sua casa, no início do mês passado. O caso foi registrado na 53ªDP (Mesquita) e agora Ana Carolina pertence a estatística de roubos de rua na Baixada Fluminense. Os chamados roubos de rua, que somam os registros de roubos a transeuntes, celulares e ônibus, saltaram de 1.729 casos em abril de 2015 para 2.531 registros no mesmo período desse ano, um crescimento de 46,6%, segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) do estado.

Leia mais:

Medo da verdade: Rua de Mesquita é conhecida por alto número de assaltos

Cerca de 84 pessoas foram assaltadas na Baixada Fluminense em abril Foto: Davi Boechat/Conecta Baixada
Cerca de 84 pessoas foram assaltadas na Baixada Fluminense no mês passado
 Foto: Davi Boechat/Conecta Baixada

Em média, 84 pessoas,foram assaltadas por dia nas ruas da Baixada no mês passado. Ao analisar em separado cada tipo de roubo é possível constatar que o maior percentual de aumento esta relacionado aos roubos de celulares, que tiveram crescimento de 97,2% em toda a região, passando de 217 para 428 o número de roubos registrados nas delegacias da região.

No mesmo período foram registrados 1.846 roubos a transeuntes, 36,6% a mais do que havia sido computado em abril do ano passado, quando foram contabilizados 1.351 casos. Os assaltos a ônibus apresentaram aumento de 59,6%, saltando de 161 para 257.

A sensação de insegurança também foi vivenciada pela comerciante Aline, de 26 anos, no Centro de Nova Iguaçu. Na semana passada, ela teve seu carro, celular e pertences roubados após ser abordada por dois homens e uma mulher armados, no momento em que parou em um sinal. “Eles não fizeram nada comigo. Só mandaram eu pegar minhas coisas e descer do carro”, relatou a jovem.

A cada 24 horas, 35 carros foram levados de seus donos nas cidades que integram a Baixada. As delegacias da região registraram 1.072 roubos de veículos, 31% a mais do que foi registrado no mesmo período de 2015, que fechou com 818 roubos.

Só em Nilópolis, Mesquita e Nova Iguaçu, municípios policiados pelo 20ª Batalhão (Mesquita), foram observados os piores resultados. Foram 982 registros de roubos de rua em abril passado, média de 32 assaltos por dia. Os roubos de celulares apresentaram o maior percentual de crescimento expressivo: 107%, saltando de 90 vítimas em abril de 2015 para 187 no mês passado. Já os roubos a transeuntes somaram 747 casos, crescimento de 29,6%. A única queda aconteceu nos casos de roubos a coletivos, que caiu de 55 para 48, menos sete casos.

Já os roubos de carros tiveram aumento de 28,6%, passando de 318 para 409. Em média, 13 carros foram roubados por dia nas três cidades patrulhadas pelo 20º BPM. 


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *