Calazans e o muro da discórdia

Irritados com a decisão do prefeito Alessandro Calazans, moradores retiraram as barreiras colocadas na manhã desta quinta-feira(19). (Foto:Lélio Neto)

Revoltados com a decisão do prefeito de Nilópolis, Alessandro Calazans (PMDB), de erguer barreiras para isolar sua cidade da vizinha Mesquita, moradores da Chatuba retiraram na manhã desta quinta-feira(19) os blocos de concreto colocados numa ponte que dá acesso à comunidade. A confusão começou por volta das 10h. A Polícia Militar foi chamada para conter o tumulto.

Há duas semanas, a prefeitura de Nilópolis anunciou que vai construir barreiras de concreto para limitar o acesso de criminosos de comunidades vizinhas, como: Paiol, em São João de Meriti, e Chatuba, em Mesquita. O objetivo do isolamento, segundo Alessandro Calazans, seria a diminuição dos índices de criminalidade em Nilópolis, que segundo o prefeito teria aumentado significativamente nos últimos meses, conforme ele declarou em entrevista ao “jornal Extra”.

13275703_1070274296377624_1666272665_n

Decisão polêmica do prefeito de Nilópolis de isolar a cidade de outros municípios irrita moradores de Mesquita (Foto: Whatsapp/Conecta Baixada)

Segundo um morador que pediu para não ser identificado com medo de represálias, a decisão do prefeito irritou a comunidade, que comparou o prefeito aos criminosos do local.

“Quem coloca barricada é bandido. E ele está agindo como criminoso. Esses concretos não vão resolver nada, porque os bandidos não estão aqui”, disse.

As imagens da confusão que ocorreu pela manhã foram feitas pelos próprios moradores da região e compartilhadas nas redes sociais. Procurada pelo Conecta Baixada, o 20º BPM(Mesquita) afirmou que Nilópolis apresentou uma queda de 15% nos índices de roubo de veículo no mês de abril deste ano.

“Os índices aumentaram não somente no Município de Nilópolis, mas em todo o Estado do Rio de Janeiro. Porém no mês de Abril de 2016 o município de Nilópolis apresentou uma queda de 15% nos índices de roubo de rua e 15% nos índices de roubo de veículos com relação aos meses de Janeiro, Fevereiro e Março do mesmo ano. Tivemos corte nos três primeiros meses do ano do efetivo do Regime Adicional de Serviço (RAS). Tivemos o apoio do Batalhão de Policiamento de Grandes Eventos (BPGE) no mês de Abril, sendo este todo direcionado ao Município de Nilópolis. Durante o mês de Maio também estamos recebendo apoio do efetivo do BPGE aos finais de semana, sendo também todos voltados para o Município de Nilópolis”, comunicou. 


Faça Comentários pelo Facebook!