Motorista do caminhão que matou criança não teria carteira

Yan Brian Souto Dias, de 8 anos, foi atropelado pelo veículo, que estava desocupado

Foto: Ivan Teixeira/Jornal de Hoje

O condutor do veículo que atropelou e matou Yan Brian Souto Dias, de 8 anos, que brincava com amigos quando foi surpreendido pelo caminhão de entregas que desceu desgovernado da ladeira na rua Renilda, não teria Carteira de Habilitação. Luiz Fernando dos Santos ainda não prestou depoimento, já que após o acidente ficou em estado de choque.

Após atropelar Yan, o veículo atingiu a parede de uma casa, que com o impacto foi parcialmente derrubada.

“O caminhão desceu de ré e o motorista pulou do veículo, que colidiu com um muro e esmagou o menino que estava na calçada”, relatou a moradora Mariza Santos Feitosa, de 72 anos, ao Jornal de Hoje. Ainda segundo a aposentada, se o motorista não tivesse abandonado o veículo, o menino teria sido poupado.

De acordo com o delegado responsável pela investigação, ainda não se sabe o que causou o acidente. “O inquérito vai apurar se foi homicídio culposo, um tipo de imprudência ou causa mecânica”, relatou Eduardo Cruz ao EXTRA. O caso foi registrado na 58º Delegacia (Posse).

O enterro de Yan Brian será na tarde dessa sexta-feira (8), às 14h, no Cemitério Municipal de Mesquita.


Faça Comentários pelo Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *